Gustavo Lopes

Coluna do Gustavo Lopes

Veja todas as colunas

Arbitragem de vídeo no futebol: entenda

02/10/2017 às 12:31

A unificação das regras do futebol foi estabelecida pela International Football Association Board, associação fundada em 1882 pela reunião da The Football Association (Inglaterra), da Scottish Football Association (Escócia), da Football Association of Wales (País de Gales) e da Irish Football Association.

A Fifa, criada em 1904, aderiu às regras da International Board. Em 1913, passou passou a integrar a Ifab com quatro membros. Assim, a Ifab conta com quatro representantes da Fifa e um de cada país britânico.

As alterações nas regras do futebol dependem da aprovação de seis representantes. Portanto, qualquer proposta de mudança apresentada pela Fifa necessita do voto de, pelo menos, dois países do Reino Unido. Diante disso, é comum que, antes de se votar alterações nas regras, façam-se testes.

A crescente repercussão dos erros de arbitragem inflamada pelo cada vez maior número de câmeras de televisão nas partidas tem gerado um grande clamor público pela utilização de árbitros de vídeo.

Assim, foi autorizado em caráter experimental a utilização do “árbitro de vídeo” nas seguintes competições: Campeonato Brasileiro, Campeonato Alemão, Campeonato Australiano, Liga Americana, Taça de Portugal, Taça da Liga de Portugal e Supercopa de Portugal e, ainda, em algum torneio ainda não definido na Holanda.

Além do Brasileirão, a CBF poderá realizar experiências em outros torneios, o que já se deu nas partidas finais do Campeonato Carioca entre Vasco e Botafogo.

A decisão definitiva sobre o uso do árbitro de vídeo e sua inclusão no livro de regras se dará pela International Board até 2019.

Há um grande debate. De um lado, os “românticos” que defendem o “futebol raiz”, com os erros de arbitragem e os grandes debates polêmicos, alegam que os erros de interpretação (e visão) “temperam” o futebol e promovem o esporte.

Do outro, os “mais modernos” defendem a utilização da tecnologia como meio de se minimizar eventuais erros e viabilizar a maior certeza de que o melhor em campo vença e, consequentemente, trazer maior atratividade para patrocinadores.

Historicamente, o futebol é a modalidade que menos alterações realizou em suas regras e, sem dúvidas, a utilização de vídeo traz imensa novidade e tem tudo para acabar com as longas discussões de impedimento, pênalti ou gol anulado.

Os testes serão importantes para avaliar a viabilidade técnica e operacional, bem como permitir que se analise os prós e contras da novidade.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Para Hudson, Cruzeiro sentiu o gol de empate e não teve força para reagir - https://t.co/lTpoIMKKXG https://t.co/P4ORIZlwrz

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Decisivos no clássico, Robinho e Fábio Santos destacam importância do triunfo para a reta final do Brasileirão -… https://t.co/c9P7r4UzZV

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Estrela de Robinho brilha, Atlético vence o Cruzeiro de virada e mantém sonho da Libertadores vivo - http://bit.ly/2xXOdHn

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Gilvan de Pinho diz que contratação de Bruno Silva já está acertada pelo Cruzeiro

    Acessar Link